Select Page

Warhol’s Shadows, por Victor Stoichita

Victor I. STOICHITA (n. 1949) Historiador de arte, lecciona "história da arte moderna e contemporânea" na Universidade de Friburgo, Suíça. Natural da Roménia, cidadão espanhol, obteve a licenciatura por La Sapienza, Roma, e o doutoramento pela Sorbonne, Paris. Porventura esta condição multi-cultural e multi-linguística tem desempenhado um papel na consideração de instrumentos teóricos, críticos e linguísticos muito diversificados. Victor Stoichita tem contribuído para ampliar os problemas e os objectos de estudo, demonstrando todo o interesse de um método plural de análise da experiência artística e visual. A história da arte, a estética, a antropologia concorrem assim para relevar dinâmicas de permanência e de transformação que definem o mundo "contraditório" das imagens. O modo de funcionamento da imagem e da imaginação, bem como a questão da memória, constituem, deste modo, os problemas fundamentais do historiador.
Em L’Instauration du tableau (2.ª ed., 1999) e Bréve histoire de l'ombre (2000), debruça-se sobre temas em que está em causa a própria natureza do fenómeno artístico e temas objecto de continuada elaboração teórica, com extensas ramificações filosóficas e culturais, que o autor percorre com notável desenvoltura.
Em O Efeito Pigmalião (2008; trad. pt. 2011), indaga-se a estória de um escultor cipriota e da estatueta que ele mesmo fabricou, começando em Ovídio, com incursões pelo Romance da Rosa, Shakespeare, Deleuze, a Barbie, para findar em Hitchcock. Mas se nesta história de simulacros, por um lado, se põe em evidência uma dimensão central da prática artística Ocidental, onde vemos o artista apaixonar-se, iludido, pela imagem criada, por outro lado, podemos compreender como esta paixão arruína a lógica da mimesis e destitui qualquer princípio ou conformidade entre modelo e cópia. Com efeito, a estatueta de Pigmalião existe noutro plano, ela é um objecto técnico-mágico-artistíco que capta eficazmente o desejo. E, deste modo, é emblemática da parte de imagem que há na arte.

Sexta, 14h30, 6 maio 2016 
Conferência, Aula Magna

 

CONFERÊNCIAS ANTERIORES

xCoAx 2017

Computação, Comunicação, Estética & X
Programa Online


5 a 23 julho 2017
Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa + Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado

Pensamento e Catástrofes

Ao longo de três dias, autores, ^lósofos e artistas reúnem-se para, não apenas debaterem as possibilidades de compreendermos as catástrofes, como também – no dizer de Jean-Luc Nancy – enunciarem algo do «pensamento como catástrofe».
http://pensamentoecatastrofes.up.pt


18 a 20 maio 2017

Apresentação Pública da Bienal BoCA

A BoCA – Biennial of Contemporary Arts é uma nova bienal de artes contemporâneas que tem a sua primeira edição entre 17 de março e 30 de abril de 2017, nas cidades de Lisboa e Porto.


10 fevereiro de 2017 · 17:00
Aula Magna

5EPRAE

EPRAE is an international meeting that intends to make public and to discuss ongoing doctoral researches students with invited discussants and a community of students and teachers of arts education.


9–10 fevereiro de 2017
Museu

UD17: NoiseWise

Sixth Forum on Doctoral Design Research


16 e 17 outubro 2017
UPTEC PINC

FuturePlaces

10º medialab para a cidadania / 10th medialab for citizenship


17 a 21 outubro 2017
UPTEC PINC, Maus Hábitos, Mira Forum, Passos Manuel