Select Page

Paulo Luís Almeida e Carlos Nogueira

R.S.F.F.
Responder se Faz Favor: Arte-como-Instrução
Paulo Luís Almeida
A noção de arte-como-instrução tem as suas raízes no objecto encontrado, no movimento fluxus e nas estratégias situacionistas. Mas dificilmente se pode falar dela como um género, um movimento ou uma estratégia. É um modo: o modo imperativo da arte, no qual a obra se torna um pedido, uma ordem, um convite, um desejo. Resulta da singularidade com que cada artista convoca as formas quotidianas da comunicação — o email, a carta, o cartaz, a receita, o manual, a instrução visual, o acto de linguagem — para ativar uma resposta que já não é contemplativa, mas participada. Cada peça de instrução traz implícito o pedido de uma responsabilidade partilhada, pela qual o espectador é transformado em autor na reinvenção da peça que está por vir, da obra que não foi assim pensada. Mas é também um exercício de contra-cultura que, ao fazer uso indevido dos modelos hierárquicos da comunicação ou das relações tácitas de poder no campo da arte, provoca uma mudança dos seus códigos e do quadro de inteligibilidade que os sustenta.
Em R.S.F.F. procura-se interrogar os modos da instrução como um acto criativo partilhado, aberto ao compromisso e à transgressão, situado na diferença entre o pedido e a concretização, entre o protocolo seguido à risca e o puro jogo.
O que nos leva a participar nestes protocolos e no livre jogo da instrução? O que nos faz ver a imagem ou ler o texto como um convite, uma ordem, uma provocação?

seguida de

Esbanjamento e partilha:
Conversa com Carlos Nogueira
Entre 1979 e 1983, Carlos Nogueira (1947) realizou um conjunto de acções, objectos e desenhos a partir de um modelo criativo singular baseado na instrução, no convite e no desejo. A este modelo de actuação chamou “esbanjamento e partilha”, por oposição à atitude posterior de “contenção e permanência” que marcou o seu trabalho.
A partir de quatro obras realizadas neste período e apresentadas pelo artista — Lápis de pintar os dias cinzentos (1979), Gosto muito de ti, acção de rua (1980), Se eu pudesse dava-te um piano (1980) e Paisagem(s) com vento (1983) — exploram-se as múltiplas variações a que o jogo da instrução se entrega no processo criativo.


31 março 2017

14:30
Aula Magna

 

AULAS ABERTAS ANTERIORES

Feira do Livro

Apareçam e descubram leituras para as férias!


22 a 28 junho 2017

Livraria i2ADS

Poesia, Raça e Género: Para uma escrita poética interseccional // Leituras Feministas com Raquel Lima

Leituras Feministas é um grupo de estudo do i2ADS-FBAUP que cruza o fazer artístico e cultural com: o debate em torno da visibilidade de práticas artísticas feministas, minoritárias e o impacto da recuperação dessas práticas na teoria e história da arte; a diferença sexual racial e de classe como impulsionador da prática e leitura da arte e cultura, leituras feministas e pós-coloniais; as práticas pessoais e políticas no campo expandido, arte, performance, e vida; e finalmente práticas de cuidado, responsabilidade e responsabilização.


28 maio 2020
18:30
Zoom
(mediante inscrição prévia)

Sessão Solene

Sessão Solene de abertura do ano lectivo.


22 setembro 2017 · 15:30

Aula Magna

Data as artist material // Sunčica P.K.

Esta Aula Aberta e Workshop vão explorar os tipos e formas de dados, através de exemplos de quase-história, de práticas como Arte e Linguagem até o movimento Visualização de Dados atual, para além da sua aplicação na prática artística. O workshop é aberto à comunidade, tendo lotação limitada.


12 dez 2018

16:00
PS12

Ilustração Científica // Workshop de Pedro Salgado

Este workshop é realizado no contexto da U.C. Campos e Funções do Mestrado de Artes Plásticas e tem caráter obrigatório para os seus estudantes. No entanto, aceita inscrições individuais, de fora e dentro da Universidade do Porto. As inscrições estão limitadas a 5 vagas.


16 + 30 nov 2018

Pavilhão Sul

Print Open

Workshops + Talks + Induction Courses sobre gravura


15 a 30 nov 2018

Oficinas de Técnicas de Impressão

SØS — Sunset Open Sessions / Sessão de apresentação

Um jogo que promove o tratamento da anorexia nervosa, uma plataforma educativa para a compreensão da leitura e um app que serve como guia de visita da Galeria de Biodiversidade no Porto são alguns dos projetos que vão ser apresentados dia 27 de maio, no Sunset Open Sesion. Os trabalhos foram realizados por investigadores do Curso de Especialização em Design de Interação, Web e Jogos.


27 mai 2019
17:00

UPTEC Asprela I
Rua Alfredo Allen, 455/461

PCD20

Processing Community Day 2020


13 fev 2020
Aula Magna, PS43 & PS01
09h00, PS43 Workshop de introdução ao processing (3h)

12h00, Aula Magna Keynote de Penousal Machado, CDV Lab (1h)
14h30, PS01 Open Talks. Programa a anunciar (2h)
17h00, PS43 Workshop de introdução ao Max/MSP-Jitter (3h)