Select Page

Design, Machine, Technology, Ars and Art / Anita Jóri

O filósofo tcheco Vilém Flusser (1920-1991) é conhecido por sua teoria sobre as medias, mas pouco se sabe em relação aos seus pensamentos sobre design. Para ele, os objectos que nos cercam quotidianamente determinam nosso mundo e a maneira como vivemos nele; portanto, esses efeitos existenciais devem ser considerados no processo de design. Um dos objetivos dessa aula aberta é examinar porque Flusser pensa que “tudo depende do design” e design é “a base de toda a cultura” (Flusser, Sobre a Palavra Design). Em contrapartida, serão enfatizados também os pensamentos críticos de Flusser sobre o tema. Por exemplo, ele chama a atenção para a questão da responsabilidade moral que ocorre durante processos de design: e se um grupo de designers anônimos produzisse “um complexo pós-industrial de pilotos de helicóptero” (Flusser, Uma Ética do Design Industrial?) para permitir que o piloto atirasse em seu alvo simplesmente com um piscar de olhos? Quem é o responsável por tirar uma vida? O designer, a indústria, o sistema, ou a entrelaçada rede dessas relações? Onde está, então, a “criatividade” nesse processo? Tais questões Flusserianas são novamente relevantes na era dos drones militares. Será discutida também a importância das teorias de Flusser sobre design ficcional como uma abordagem especulativa para a geração de conhecimento. Além disso, será observado como Flusser aplica a ficção filosófica como um método fenomenológico para refletir sobre a ciência e a humanidade em geral. O melhor exemplo disso é seu livro experimental “Vampyroteuthis Infernalis”, que nos coloca na vida quotidiana da lula vampiro – como uma noção extrema do “outro” a partir da perspectiva humana – e analisa diferentes eventos fenomenológicos da vida humana e as ligações entre animalidade e personificação. -

---

The Czech philosopher Vilém Flusser (1920-1991) is well known for his media theoretical concepts, but less known for his thoughts on design. For him, everyday objects around us determine our world and the way we live in it; therefore, these existential effects have to be considered in the design process. One of the aims of this lecture is to examine why Flusser thinks that “everything depends on design” and design is “the basis of all culture” (Flusser, About the Word Design). On the other hand, Flusser's critical thoughts on the subject will also be highlighted. For example, he raises awareness about the crisis of moral responsibility that occurs during design processes: What if a group of anonymous designers produce a “post-industrial helicopter-pilot complex” (Flusser, The Ethics of Industrial Design?) in order to allow the pilot to shoot his target simply by blinking? Who is responsible for taking a life? The designer, the industry, the system, or the interwoven network of these relationships? Where is then the “creativity” in this process? Such Flusserian questions are again relevant in the era of drone warfare. We will also take a closer look at the relevance of Flusser's theories in design fiction as a speculative approach towards knowledge generation. Moreover, it will be examined how Flusser applies philosophical fiction as a phenomenological method to reflect on science and humanity in general. One of the best examples is his experimental book “Vampyroteuthis Infernalis” that brings us into the everyday life of the vampire squid – as the ultimate “other” from a human perspective – and analyses different phenomenological events of human life and the links between animality and embodiment.

 

ORG: Departamento de Design


25 mar 2019
14:30

Aula Magna

 

AULAS ABERTAS ANTERIORES

Feira do Livro

Apareçam e descubram leituras para as férias!


22 a 28 junho 2017

Livraria i2ADS

Sessão Solene

Sessão Solene de abertura do ano lectivo.


22 setembro 2017 · 15:30

Aula Magna

Data as artist material // Sunčica P.K.

Esta Aula Aberta e Workshop vão explorar os tipos e formas de dados, através de exemplos de quase-história, de práticas como Arte e Linguagem até o movimento Visualização de Dados atual, para além da sua aplicação na prática artística. O workshop é aberto à comunidade, tendo lotação limitada.


12 dez 2018

16:00
PS12

Ilustração Científica // Workshop de Pedro Salgado

Este workshop é realizado no contexto da U.C. Campos e Funções do Mestrado de Artes Plásticas e tem caráter obrigatório para os seus estudantes. No entanto, aceita inscrições individuais, de fora e dentro da Universidade do Porto. As inscrições estão limitadas a 5 vagas.


16 + 30 nov 2018

Pavilhão Sul

Print Open

Workshops + Talks + Induction Courses sobre gravura


15 a 30 nov 2018

Oficinas de Técnicas de Impressão

Passagem

Inauguração de Obra de Zulmiro de Carvalho; Plantação de um carvalho; Sessão de Entrega de Prémios; Sessão de apresentação da Nova Direção


28 nov 2018

17:00
Jardim da FBAUP + Aula Magna 

Práticas de Vídeo: Fernando José Pereira

Nesta sessão o convidado Fernando José Pereira irá apresentar alguns dos mais recentes filmes realizados em colaboração com Rui Manuel Vieira (fotografia). 


12 mar 2019
14:00

Aula Magna

Exposição & Ensaio — práticas curatoriais investigativas / Nuno Coelho

Exposição & Ensaio traz à mesa de trabalho quatro curadores portugueses que abraçam diferentes modos de pesquisa e desafiam tanto os formatos convencionais de exposição como aqueles da investigação académica. Nuno Coelho é Designer, curador, Professor na U.Coimbra e investigador no CEIS20.


12 mar 2019
17:45

Pav. Sul PS 45

 

Visual Spaces of Change

Este projecto pretende criar uma rede de espaços e instituições públicas com a missão de comunicar de forma crítica e inovadora, dinâmicas de transformação e apropriação do espaço público na área metropolitana do Porto.


19 fev 2019
18:00

Pav. Sul PS 13B

Coreia / Lançamento de Revista

Lançamento de Revista, editado pela Circular Associação Cultural, com Direção Editorial de João dos Santos Martins


21 fev 2019
17:00

Aula Magna

Scroll / Projeto do Visões Úteis de peça de Teatro para Smartphones

Esta “peça para smartphones” tem uma narrativa ficcional, atores de carne e osso e as ruas do Porto como cenário, mas é usufruída no ecrã de telemóvel do espectador, através de uma aplicação desenvolvida originalmente para o projeto.


2 mai 2019
11:00

Aula Magna