Select Page

Distribuição dos corpos e representação das sobras no Brasil contemporâneo / Moacir dos Anjos

O Brasil é um país fundado em atos de violência cometidos pelos colonizadores europeus contra os povos indígenas e contra a população negra trazida à força da África e escravizada. É um país que se institui ancorado no racismo. Essa violência, sempre atualizada, promove uma assimétrica distribuição de corpos brancos, negros e mestiços em lugares de lazer, moradia e trabalho, na qual os primeiros possuem poder de movimento e de mando, enquanto os demais são submetidos, por meios diversos, a um regime de circulação regrada e de obediência às ordens dadas. Distribuição hegemônica de corpos por muito tempo reproduzida e confirmada na produção e na composição do campo das artes visuais no Brasil.

Criações recentes sugerem, contudo, estar-se constituindo, naquele campo excludente, e em sintonia com transformações em curso em outros cantos, uma representação das sobras, a qual nomeia danos e reclama a condição de parte para aquilo que é considerado resto, redistribuindo, em novos lugares simbólicos, os corpos que habitam o país. 

Moacir dos Anjos é pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, onde coordena, desde 2009, o projeto de exposições Política da Arte. Foi diretor do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães - MAMAM (2001-2006), Recife, e pesquisador visitante no centro de pesquisa TrAIN – Transnational Art, Identity and Nation, University of the Arts London (2008-2009). Foi curador do pavilhão brasileiro (Artur Barrio) na 54ª Bienal de Veneza (2011), curador da 29ª Bienal de São Paulo (2010), co-curador da 6ª Bienal do Mercosul, Porto Alegre (2007), e curador do 30º Panorama da Arte Brasileira, Museu de Arte Moderna (2007), São Paulo. Foi curador das mostras coletiva Cães sem Plumas (2014), no MAMAM, A Queda do Céu (2015), no Paço das Artes, São Paulo, Adornos do Brasil Indígena – Resistências Contemporâneas (2016), no SESC Pinheiros, São Paulo, e Emergência (2017), no Galpão Bela Maré, Rio de Janeiro. Foi também curador de exposições retrospectivas dos trabalhos de Cao Guimarães (2013), no Itaú Cultural, e de Jac Leirner (2011), na Estação Pinacoteca, ambas em São Paulo. Publica regularmente em revistas acadêmicas e catálogos de exposição. É autor, entre outros, dos livros Local/Global. Arte em Trânsito (Zahar, 2005), ArteBra Crítica (Automátia, 2010) e Contraditório (Cobogó, 2017), além de editor de Pertença, Caderno_SESC_Videobrasil 8, São Paulo (SESC/Videobrasil, 2012).

Filipa Cruz é artista, investigadora e professora auxiliar convidada na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP), no Paris College of Art e no Instituto Politécnico de Coimbra. Doutorada em Arte e Design – Artes Plásticas pela FBAUP com a tese “Tudo o que te queria dizer: a indefinição, ilegibilidade, insuficiência da linguagem na prática artística”. Tem vindo a expor em Portugal e em França. Relaciona escultura, instalação e literatura numa imagem escultural que é, à vez, eterna e efémera. Colaborou com o Espace des Arts sans Frontières em Paris, entre 2014 e 2016. Membro integrado do i2ADS. https://www.filipacruz.com/

 

ORG: i2ADS + Saco Azul

 

 

 

 


11 jun 2019
17:00

Aula Magna

 

AULAS ABERTAS ANTERIORES

Feira do Livro

Apareçam e descubram leituras para as férias!


22 a 28 junho 2017

Livraria i2ADS

Sessão Solene

Sessão Solene de abertura do ano lectivo.


22 setembro 2017 · 15:30

Aula Magna

Data as artist material // Sunčica P.K.

Esta Aula Aberta e Workshop vão explorar os tipos e formas de dados, através de exemplos de quase-história, de práticas como Arte e Linguagem até o movimento Visualização de Dados atual, para além da sua aplicação na prática artística. O workshop é aberto à comunidade, tendo lotação limitada.


12 dez 2018

16:00
PS12

Ilustração Científica // Workshop de Pedro Salgado

Este workshop é realizado no contexto da U.C. Campos e Funções do Mestrado de Artes Plásticas e tem caráter obrigatório para os seus estudantes. No entanto, aceita inscrições individuais, de fora e dentro da Universidade do Porto. As inscrições estão limitadas a 5 vagas.


16 + 30 nov 2018

Pavilhão Sul

Print Open

Workshops + Talks + Induction Courses sobre gravura


15 a 30 nov 2018

Oficinas de Técnicas de Impressão

SØS — Sunset Open Sessions / Sessão de apresentação

Um jogo que promove o tratamento da anorexia nervosa, uma plataforma educativa para a compreensão da leitura e um app que serve como guia de visita da Galeria de Biodiversidade no Porto são alguns dos projetos que vão ser apresentados dia 27 de maio, no Sunset Open Sesion. Os trabalhos foram realizados por investigadores do Curso de Especialização em Design de Interação, Web e Jogos.


27 mai 2019
17:00

UPTEC Asprela I
Rua Alfredo Allen, 455/461

Passagem

Inauguração de Obra de Zulmiro de Carvalho; Plantação de um carvalho; Sessão de Entrega de Prémios; Sessão de apresentação da Nova Direção


28 nov 2018

17:00
Jardim da FBAUP + Aula Magna 

Práticas de Vídeo: Fernando José Pereira

Nesta sessão o convidado Fernando José Pereira irá apresentar alguns dos mais recentes filmes realizados em colaboração com Rui Manuel Vieira (fotografia). 


12 mar 2019
14:00

Aula Magna

Exposição & Ensaio — práticas curatoriais investigativas / Nuno Coelho

Exposição & Ensaio traz à mesa de trabalho quatro curadores portugueses que abraçam diferentes modos de pesquisa e desafiam tanto os formatos convencionais de exposição como aqueles da investigação académica. Nuno Coelho é Designer, curador, Professor na U.Coimbra e investigador no CEIS20.


12 mar 2019
17:45

Pav. Sul PS 45

 

Visual Spaces of Change

Este projecto pretende criar uma rede de espaços e instituições públicas com a missão de comunicar de forma crítica e inovadora, dinâmicas de transformação e apropriação do espaço público na área metropolitana do Porto.


19 fev 2019
18:00

Pav. Sul PS 13B