Select Page

O presente e o futuro da Inteligência Artificial Criativa // Fabrizio Poltronieri

A popularização de novos sistemas de inteligência artificial, especialmente os relacionados aos campos do aprendizado profundo (Deep Learning) e visão computacional, trazem novos desafios para a área da arte e da estética.

Ainda que o uso de computadores e de técnicas de inteligência artificial não sejam novidades no mundo da arte – Harold Cohen (1928-2016), por exemplo, trabalhou em seu programa AARON por 43 anos – o novo cenário possibilita que algoritmos tenha liberdade suficiente para tomarem decisões que até então eram responsabilidade de programadores ou usuários. Cohen, cujo programa podia criar pinturas abstratas e figurativas complexas, tinha o poder de escolha e de veto, de acordo com seus julgamentos estéticos, sobre o que o AARON produzia.

O artista tembém havia meticulosamente programado cada decisão que o sistema podia tomar. Com os novos algoritmos e a abolição da necessidade de programar toda a lógica por trás dos sistemas de inteligência artificial, nós podemos delegar tarefas para sistemas autônomos cada vez mais inteligentes, incluindo tarefas estéticas e lúdicas.

Diante deste contexto, esta apresentação aborda duas questões principais, que eu venho buscando responder através de obras e projetos baseados em uma metodologia baseada na prática (practice-based research): Os futuros sistemas de inteligência artificial manterão o homem como protagonista criativo principal? Como humanos e sistemas de inteligência artificial podem interagir de maneira significativa e co-criativa em projetos conjuntos?

 

Fabrizio Augusto Poltronieri é um artista e acadêmico que explora em seu trabalho relações entre tecnologia e conceitos filosóficos, como, por exemplo, o acaso. Seu trabalho atual involve inteligência artificial, com a aplicação de técnicas de machine e deep learning para a criação de narrativas, imagens em movimento e objetos. Poltronieri tem dedicado suas pesquisas acadêmicas e artísticas ao desenvolvimento da área de computação criativa. Ele é um programador autodidata que começou a programar na infância. Sua primeigra graduação foi em matemática, é mestre em Educação, Arte e História da Cultura (Universidade Mackenzie) e doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Poltronieri é professor do IOCT (Institute of Creative Technologies) na Universidade De Montfort, em Leicester, Reino Unido, onde ele orienta doutorados e leciona programação criativa no mestrado em Digital Arts. Seus textos e ensaios teóricos são frequentemente publicados em livros e periódicos científicos internacionais e brasileiros, tendo a Revista Brasileira (Academia Brasileira de Letras) dedicado um número a sua obra. Ele é o co-autor da segunda edição do best-seller “Explorations in Art and Technology” e vencedor do prêmio Itaú Rumos Arte Cibernética 2011, com o robô Amigóide. Em 2018 ele ganhou novamente o prêmio Itaú Rumos para desenvolver a obra “Apparatus’ Memories”, baseada em deep learning e image segmentation. Poltronieri iniciou sua carreira artística como fundador do grupo [+zero] em 2006, que em seus 13 anos participou de importantes exposições e festivais internacionais, como o Ars Electronica, em Linz, Áustria, apresentando obras e performances ao vivo, sempre jogando com a relação homem-aparelho. Em sua carreira individual, Poltronieri se tornou um artista premiado, com uma longa lista de exposições na Europa, Brasil e Ásia. Suas obras estão em coleções proeminentes, como a do Victoria & Albert Museum, em Londres. Fabrizio Poltronieri (1976) nasceu em São Paulo e atualmente divide seu tempo entre Leicester (Inglaterra) e Berlim (Alemanha).

ORG: Departamento de Design

 


22 out 2019
10:00

Auditório Pav. Sul

 

AULAS ABERTAS ANTERIORES

Feira do Livro

Apareçam e descubram leituras para as férias!


22 a 28 junho 2017

Livraria i2ADS

Poesia, Raça e Género: Para uma escrita poética interseccional // Leituras Feministas com Raquel Lima

Leituras Feministas é um grupo de estudo do i2ADS-FBAUP que cruza o fazer artístico e cultural com: o debate em torno da visibilidade de práticas artísticas feministas, minoritárias e o impacto da recuperação dessas práticas na teoria e história da arte; a diferença sexual racial e de classe como impulsionador da prática e leitura da arte e cultura, leituras feministas e pós-coloniais; as práticas pessoais e políticas no campo expandido, arte, performance, e vida; e finalmente práticas de cuidado, responsabilidade e responsabilização.


28 maio 2020
18:30
Zoom
(mediante inscrição prévia)

Sessão Solene

Sessão Solene de abertura do ano lectivo.


22 setembro 2017 · 15:30

Aula Magna

Data as artist material // Sunčica P.K.

Esta Aula Aberta e Workshop vão explorar os tipos e formas de dados, através de exemplos de quase-história, de práticas como Arte e Linguagem até o movimento Visualização de Dados atual, para além da sua aplicação na prática artística. O workshop é aberto à comunidade, tendo lotação limitada.


12 dez 2018

16:00
PS12

Ilustração Científica // Workshop de Pedro Salgado

Este workshop é realizado no contexto da U.C. Campos e Funções do Mestrado de Artes Plásticas e tem caráter obrigatório para os seus estudantes. No entanto, aceita inscrições individuais, de fora e dentro da Universidade do Porto. As inscrições estão limitadas a 5 vagas.


16 + 30 nov 2018

Pavilhão Sul

Print Open

Workshops + Talks + Induction Courses sobre gravura


15 a 30 nov 2018

Oficinas de Técnicas de Impressão

SØS — Sunset Open Sessions / Sessão de apresentação

Um jogo que promove o tratamento da anorexia nervosa, uma plataforma educativa para a compreensão da leitura e um app que serve como guia de visita da Galeria de Biodiversidade no Porto são alguns dos projetos que vão ser apresentados dia 27 de maio, no Sunset Open Sesion. Os trabalhos foram realizados por investigadores do Curso de Especialização em Design de Interação, Web e Jogos.


27 mai 2019
17:00

UPTEC Asprela I
Rua Alfredo Allen, 455/461

PCD20

Processing Community Day 2020


13 fev 2020
Aula Magna, PS43 & PS01
09h00, PS43 Workshop de introdução ao processing (3h)

12h00, Aula Magna Keynote de Penousal Machado, CDV Lab (1h)
14h30, PS01 Open Talks. Programa a anunciar (2h)
17h00, PS43 Workshop de introdução ao Max/MSP-Jitter (3h)